sábado, 27 de julho de 2019

Autistas têm carteira de identificação em Santos

Decreto estende o direito a todas as pessoas com deficiência, garantindo o atendimento prioritário em comércios, bancos e hospitais, além de facilitar a identificação.

Por Câmara Municipal de Santos

Foto: Divulgação CMS
Autistas têm carteira de identificação em Santos

A Carteira de Identificação da Pessoa com Deficiência e Transtorno do Espectro Autista (TEA) foi instituída em Santos por meio do Decreto nº 8415/19, assinado na Prefeitura. O documento, que é gratuito, garante o exercício de direitos em todo o município visando o reconhecimento oficial.

A criação teve como ponto de partida uma conversa entre o vereador Bruno Orlandi e o Grupo Acolhe Autismo, um coletivo formado por mães e familiares de pacientes diagnosticados com TEA.

As reuniões resultaram na Indicação nº 2884 apresentada pelo parlamentar, na Câmara Municipal, em junho de 2018.

“Nem todas as deficiências são facilmente identificáveis, por isso a necessidade da carteirinha para comprovar essa condição e evitar olhares de reprovação”, afirma o vereador Bruno Orlandi, interlocutor do pedido junto à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.

“A carteira de identificação é como um marco, pois agora posso estar com minha filha em uma fila de prioridade no mercado e, em caso de dúvidas ou de olhares reprovadores, apresentarei a carteira para esclarecer e, assim, tentar conscientizar que nem toda deficiência é visível”, comemora Karina de Oliveira Lopes, mãe da Isabela, de 5 anos, diagnosticada com Transtorno do Espectro Autista.

“Não há nada visual que os identifique, então apresentando a carteirinha, ficará tudo mais tranquilo”, acredita Jane Faerman de Oliveira, avó da Beatriz, também diagnosticada com autismo.

Os interessados devem se dirigir ao Poupatempo Santos (Rua João Pessoa, nº 246 - Centro) e ir ao guichê da Prefeitura Municipal de Santos, de segunda à sexta, das 8h às 17h ou sábado, das 8h às 13h, portando os seguintes documentos:

I – cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento e dos documentos de identificação (RG e CPF) do interessado;

II – cópia dos documentos de identificação (RG e CPF) do representante legal do interessado, se for o caso;

III – comprovante do endereço atualizado;

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário: