quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Menino vê colega autista chorando no primeiro dia de aula e segura sua mão para acalmá-lo

Os internautas estão encantados com o Christian, um menino de 8 anos que ajudou seu colega autista que se encontrava nervoso e ansioso no primeiro dia de aula.

Por Gabriel Pietro

Foto: Reprodução
Menino vê colega autista chorando no primeiro dia de aula e segura sua mão para acalmá-lo 1

Era o primeiro dia de aula para Connor, 8 anos, em sua nova escola, em Wichita, Kansas (EUA). Pra qualquer criança dessa idade, o primeiro dia de aula traz insegurança e até medo. Mas para Connor, que é autista, seria ainda mais difícil.

Felizmente, o garoto conheceria naquela manhã Christian, também de 8 anos, seu coleguinha de sala que estendeu a mão para acalmá-lo em meio a todo aquele barulho.

Connor estava visivelmente perturbado e chorava sozinho. Ao vê-lo tão ansioso, Christian se aproximou e deu a mão para reconfortar e acalmar Connor.

Tocada pela atitude do filho, Courtney Moore, mãe de Christian, decidiu fotografar e publicar o momento nas redes sociais. Desde então, a foto já foi compartilhada mais de 4 mil vezes.

Foto: Reprodução
Menino vê colega autista chorando no primeiro dia de aula e segura sua mão para acalmá-lo

“Eu estou tão orgulhosa do meu filho, ele viu uma criança num canto chorando, e foi consolá-lo, pegou na mão dele e levou-o para dentro da escola! É uma honra criar uma criança tão amorosa! É um menino com um coração grande”, escreveu no Facebook.

Christian não sabia que Connor era autista

Até então, Christian e sua mãe não sabiam que o colega era autista.

Quando o post viralizou, eles acabaram descobrindo graças a um comentário deixado pela mãe de Connor.

“Diga ao seu filho que eu disse muito obrigado! O menino que ele ajudou é meu filho, e ele é autista, preocupo-me todos os dias se ele vai ser intimidado ou não. O seu filho aqueceu o meu coração”, escreveu April Crites.

April encontrou o post com a ajuda de outras mães de alunos da escola que ficaram sabendo do caso. Em seu comentário, ela explicou por que o gesto era tão importante para ela.

“Agradeço ao seu filho pelo gesto de amor e gentileza. Connor sempre receou ser vítima de bullying quando fosse para a escola, por ser diferente”, escreveu a mãe, acrescentando que “se houvesse mais meninos como o Christian, não teria que me preocupar”.

Em resposta, Courtney disse esperar que os dois possam vir a ser “melhores amigos”.

Nenhum comentário: