sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

APNEN, DIVULGA TRABALHOS REALIZADOS NO ANO DE 2008

A APNEN, (Associação dos Portadores de necessidades Especiais de Nova Odessa), divulga os trabalhos realizados pela entidade no ano de 2008.
1º Doação: Recebeu uma Cadeira de Rodas de doação de uma criança que não mais fazia uso dela, á reformou e fez a doação a uma jovem garota Portadora de Deficiência moradora do Jardim santa Rita II. (Novembro de 2007)
2º- Doação: Recebeu também de doação, uma Cadeira de Rodas onde também realizamos á reforma, e a doamos a um rapaz morador no Jardim Santa Rita I com Paralisia Cerebral. (Dezembro de 2007)
3º Doação: A APNEN, em parceria com a Prefeitura Municipal, através do Setor Social, conseguiu arrecadar verbas para aquisição de uma Cadeira de Rodas Adaptada para uma garota Portadora de Deficiência moradora no Jardim das Palmeiras II. (Maio de 2008)
4º Doação: Fez a doação de um assento, e encosto da Cadeira de Rodas para uma garota Portadora de Deficiência, moradora no jardim Santa Rita II.(Setembro de 2008)
5º Doação: Conseguiu verbas para realizar a reforma da Cadeira de Rodas Adaptada de uma garota Portadora de Deficiência moradora no Jardim São Jorge.(Setembro de 2008)
6º Doação: Realizou a doação de uma Cadeira de Rodas a um dos membros da Diretoria.(Novembro de 2008)
7º Doação: Realizamos a doação de um óculos para uma garota Portadora de Deficiência moradora no Jardim São Jorge, que estava a espera deste óculos, desde março de 2007.(Dezembro de 2008)
8º Doação: Realizamos a doação de 02 caixas de Suplemento Alimentar, para um garoto com Paralisia Cerebral, morador no Jardim das Palmeiras II, este garoto vai necessitar a media de 40 Litros mensais. (Dezembro de 2008) (Quem puder estar ajudando, entre em contato com a APNEN).
Para o nosso primeiro ano, ter realizado estes trabalhos, foi muito gratificante a todos nos da diretoria da APNEN, pois este e o objetivo da entidade, sendo que, as verbas que a entidade arrecadou , uma pequena parte, foram de doações através de “CARNÊS”, onde os colaboradores depositam na conta corrente da APNEN, quando, e quanto quiserem, não tendo a obrigatoriedade de todo mês estar contribuindo ficando assim a critério de cada colaborador. Outra parte de verbas arrecadadas, ficaram por conta de eventos (Festas) onde a APNEN foi convidada a participar, e também com o nosso primeiro Bingo Beneficente, e claro não poderíamos esquecer dos nossos colaboradores anônimos, que estão sempre nós ajudando mais preferem ficar no anonimato,e nos respeitamos esta decisão, as verbas arrecadadas são exclusivamente usadas em prol da APNEN.
Gostaríamos muito de agradecer a todos nossos Colaboradores, Administração Municipal, nossa Diretoria, nossas Famílias, Amigos, e Simpatizantes da APNEN, pelo carinho que nós proporcionaram neste ano, conseguimos realizar estes trabalhos neste ano que passou, e podemos garantir, que em 2009 estaremos realizando muitos outros , pois o nosso maior objetivo e de ajudar a quem realmente precisa, e esperamos poder contar com a ajuda de nossos colaboradores outras vezes.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Mara Gabrilli: a vereadora mais votada entre as eleitas

A vereadora que é tetraplégica esteve na sua segunda eleição como candidata.



Mara Gabrilli foi a vereadora reeleita com maior votação entre as mulheres eleitas, nas últimas eleições na cidade de São Paulo, com um total de 79 mil votos. Não chamaria tanta atenção se disputasse apenas sua segunda eleição e não fosse tetraplégica. Na primeira eleição, com pouco mais de 11 mil votos, ficou com uma vaga de suplente. Segundo ela, o resultado dessa eleição é um reconhecimento pelo trabalho que vem desenvolvendo em toda a cidade.

Em 2005, quando ainda era suplente na Câmara, Mara assumiu a como a primeira titular da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, criada pelo então prefeito José Serra. Ao deixar a pasta, dedicou-se a seu trabalho na Câmara Municipal, apresentando projetos voltados a promover a acessibilidade e garantir os direitos das pessoas com deficiência.

Dos 20 projetos apresentados à Câmara pela Vereadora, três foram aprovados na Casa e sancionados pelo prefeito Gilberto Kassab. São eles: Projeto de Lei Nº 256/07, que dispõe sobre a criação da Central de Intérpretes da Língua Brasileira de Sinais - Libras e Guias-Intérpretes para Surdocegos, no âmbito do Município de São Paulo, sancionado como Lei 14.441; Projeto de Lei Nº 267/06, que cria o Programa Municipal de Reabilitação da Pessoa com Deficiência Física e Auditiva, sancionado como Lei 14.671; e Projeto de Lei nº636/07, que institui o Plano Emergencial De Calçadas, sancionado como Lei 14.675.

Em 1994, a psicóloga, publicitária e vereadora perdeu os movimentos dos membros superiores e inferiores em um acidente de carro. Em 1997, criou a ONG Projeto Próximo Passo (PPP), com o objetivo de promover a inclusão social de pessoas com deficiência dando apoio técnico e operacional a atletas. A PPP oferece treinamento a atletas e faz investimentos em pesquisas para tratamento de pessoas com lesões que causam restrição de movimentos. Hoje, a ONG atua com mais de 70 atletas que competem profissionalmente em diversas modalidades de paradesporto.

Projetos
Para seu próximo mandato, Mara Gabrilli pretende dar continuidade a seus projetos, principalmente de reforma das calçadas da cidade, que é importante não somente para as pessoas com deficiência, mas para todos que precisam se locomover a pé, além de projetos de Lei nas áreas de educação, lazer, transporte e cultura. Hoje há um projeto de autoria da vereadora em tramitação na Câmara que institui o aviso sonoro interno e externo em ônibus. “É um projeto que auxilia as pessoas cegas, mas também turistas em visita à cidade, pessoas distraídas, quem não conhece a região e precisa descer em determinado ponto”, afirma Mara.

“Procuro atuar desenvolvendo trabalhos voltados ao Desenho Universal, que inclui a pessoa com deficiência na sociedade, diminuindo barreiras arquitetônicas, mas que também serve às outras pessoas, como alguém que está temporariamente com alguma restrição de mobilidade, por exemplo”, ressalta a vereadora.

A vereadora também espera a aprovação de projetos que incluam no orçamento da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida mais itens diretamente relacionados à acessibilidade.